Google+ Followers

sábado, 9 de março de 2013

HTML5: NOVOS DESAFIOS PARA OS TESTES
profissional-de-teste
Mais de 10 anos depois, o HTML, a linguagem de marcação que estrutura grande parte da web como conhecemos hoje foi atualizada. A versão 5 do HTML trouxe mudanças significativas que oferecem uma experiência completamente nova para os usuários.
Embora exista um longo caminho a percorrer para consolidação da nova versão, muitos navegadores importantes, como Internet Explorer 9, Opera, Safari 4, Firefox 3.6 e Chrome já reconhecem grande parte da linguagem, incluindo tags de vídeo e suporte à tecnologia Canvas.
O HTML 5 oferece uma experiência de web muito mais rica para usuários além de ferramentas adicionais para desenvolvedores, que podem criar aplicações mais complexas com base em um conjunto de padrões abertos.
 O desenvolvimento de aplicações para plataforma web sempre acompanha a evolução do HTML uma vez que tal linguagem estrutura a web. Em meados dos anos 2000 quando o mercado deixou de diagramar as páginas web com a utilização de elementos de tabelas, e passou a utilizar o conceito de tableless, muitos desenvolvedores de aplicações para web tiveram que se adequar a nova realidade do mercado.
Com a atualização do HTML para versão 5, essas mudanças serão muito mais significativas e muitos dos aspectos do desenvolvimento de aplicação web terão que ser  readequadas novamente. Em relação ao controle da qualidade dessas novas aplicações, quais mudanças aconteceram? Quais serão os novos desafios para o teste de software de aplicações construídas em HTML 5?
Validação da web semântica
O conteúdo das páginas construídas com HTML é muito mais estruturado e deve garantir a web semântica das paginas, que nada mais é do que utilizar o elemento de marcação certo para cada informação que é colocada na página. Por exemplo, um paragrafo de texto deve está dentro de uma tag <p></p>, um titulo dentro de uma tag <title></title> etc. O HTML 5 possui novos elementos de marcação para que toda informação da página esteja bem estruturada, isso tem como principal consequência facilitar a indexação de informação das páginas pelos mecanismo de busca da web (Google). A Web semântica vem ganhando força, e se tornando um fator importante para visibilidade dos web sites na internet. Nesse novo cenário das aplicações do HTML 5, garantir que as páginas estejam construídas com web  semântica  é extremamente importante. Validar a web semântica do conteúdo dessas páginas é um dos desafios para o teste na era do HTML 5.
Novas API’s de Desenvolvimento: um fator a mais de risco.
O HTML 5 traz consigo uma mudança significativa no paradigma de desenvolvimento para web. Tal mudança reflete no surgimento de novas API’s e alterações de outras existentes para sustentarem o propósito do HTML 5, de oferecer experiências ricas para os usuários. Utilizar essas novas API’s  adiciona um fator de risco para falhas nas aplicações, o que faz  com que o escopo dos testes aumentem para garantir o funcionamento esperado dessas novas aplicações. Ou seja, um esforço a mais para os testes no HTML 5.
Novos elementos de marcação para web
No mercado de Qualidade de Software, existem muitas ferramentas para automação da execução de testes funcionais em aplicações web, podemos citar. TestComplete, Functional Tester, Selenium entre outros. Essas ferramentas funcionam bem com a versão anterior do HTML. Mas é agora com o HTML 5 e tantos novos elementos web a serem considerados nas aplicações, como tais ferramentas vão se comportar? Já existem novas ferramentas especificamente voltadas para aplicações HTML 5? São respostas que temos que descobrir.
Aplicações multimídias
O avanço na gestão de vídeos é um dos principais destaque do HTML 5. A nova versão da linguagem contempla uma série de tags para objetos multimídia como vídeos, arquivos de áudio e gráficos vetoriais. Ate a versão anterior do HTML, as aplicações multimídia eram dominadas pelo Flash e muitas vezes fugiam do escopo dos testes, mas com HTML 5 isso deve mudar. Como passaremos a testar as aplicações multimídia construídas com HTML 5? É outro desafio para o teste nesse novo cenário.
Plataformas móveis
E o que dizer das plataformas móveis? O flash já não é utilizados nas plataformas móveis, como profetizado pelo guru, Steve Jobs, o que abriu espaço para o HTML 5 que na sua essência é multiplataforma, limitados apenas à compatibilidade dos navegadores com suas funcionalidades. A tendência é que com desenvolvimento é consolidação do HTML 5 as aplicações para plataformas moveis cresçam em quantidade e complexidade e com isso a necessidade de testes que contribuam para a qualidade dessas aplicações deve aumentar exponencialmente. Novas metodologias e técnicas de testes devem surgir nos próximos tempos para atender a essa necessidade.
HTML 5, mais do que uma nova tecnologia, representa uma nova era para aplicações web. Não só a estrutura básica das paginas da Web deve ser alterada, mas também muitos outros paradigmas, processos e tecnologias que a sustentam. A disciplina de Qualidade do Software, certamente, também sofrerá dessas alterações para acompanhar essa nova era. A forma de como se testar as aplicações depois do surgimento do HTML 5 deverá superar todos esses novos desafios que foram citados e outros que ainda surgiram a fim de que as aplicações construída em HTML 5 possam oferecer novas experiência para o usuário com a máxima qualidade possível.  nhar essa nova era.

A forma de como se testar as aplicações depois do surgimento do HTML 5 deverá superar todos esses novos desafios que foram citados e outros que ainda surgiram a fim de que as aplicações construída em HTML 5 possam oferecer novas experiência para o usuário com a máxima qualidade possível.

Fonte:http://www.fabricadetestes.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário