Google+ Followers

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Android teve menos de 1% de infecções em 2014, diz relatório do Google


por 
Para o TechTudo

Google divulgou hoje (02) seu relatório oficial sobre segurança do Android no ano de 2014. Esse é o resultado da análise de bilhões de dados que foram recolhidos pela empresa no ano passado, com base no uso de seu sistema operacional. A conclusão é que menos de 1% dos aparelhos Android possuíam apps perigosos, e que é muito mais seguro instalar apenas aplicativos da Google Play.

Gráfico mostrando o número de Androids infectados (Foto: Divulgação)Gráfico mostrando o número de Androids infectados (Foto: Divulgação)


Apesar de notícias sobre malwares e outras pragas no sistema móvel serem comuns, a empresa tem investido pesado em segurança. Recentemente, o Android ganhou incrementos em segurança bastante importantes, tais como a criptografia completa do chip de memória, sandbox melhorado, proteção contra ataques de força bruta e melhorias na autenticação com os “trustlets”.
Como se não bastasse, desde o mês passado os apps disponibilizados na Google Play passam por uma avaliação humana antes de serem aprovados. A empresa também recomenda que você mantenha ativada a opção “Verificação de segurança” em seu Android, para impedir que programas potencialmente perigosos sejam instalados.
Quando analisados os dispositivos que não possuem root, a porcentagem de aparelhos infectados ficou abaixo de 1%. Essa taxa cai ainda mais quando analisamos os smartphones que instalam somente da Google Play, chegando a 0,15% apenas. Em outras palavras, se você não tem root e só instala apps da loja oficial, as chances do seu celular ter algum vírus são mínimas.
Gráfico de infecções por país (Foto: Divulgação)Gráfico de infecções por país (Foto: Divulgação)
A loja oficial é segura, pois há varreduras constantes da equipe de segurança em busca de aplicativos potencialmente perigosos. Diariamente, são feitas mais de 200 milhões de varreduras nos mais de 1 bilhão de dispositivos conectados à Google Play.
Dois dos países com notáveis índices de infecção nos Android são China e Rússia. Na China, a porcentagem de aparelhos com apps perigosos chega a mais de 7%. Já na Rússia esse número chega a quase 5%. Bem maiores que no restante do globo, que não ultrapassa nem os 2%. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário